PROMO MAPA ASTRAL INFANTIL ATÉ 21, SEXTA-FEIRA.








Para a elaboração do Mapa Astral Infantil (de 0 a 12 anos de idade) preciso do nome completo da sua criança, dia, mês, ano, horário correto de nascimento, cidade de nascimento, e-mail para envio.
Caso deseje, uma foto para personalizar o Mapa, apenas para fins estéticos, independe da interpretação.
O valor do Mapa na PROMO é R$90,00 e pode ser pago via site www.monicabergamoastrologia.com através de cartão em até 04 vezes via PayPal na pag. Consultas ou por dep. bancário, dados tb. na pag. Consultas.
Dados da criança, por favor, enviar para o e-mail monicabergamo@gmail.com
Prazo de entrega: até 04 dias úteis após confirmação do pag.
Dependendo do volume de trabalho este prazo poderá ser modificado, mas sempre informo antes.


A leitura do Mapa Astral Infantil permite a compreensão do universo potencial de cada criança pela tradução do seu céu de nascimento.
Esta fotografia celeste da sua chegada conta uma história, que nos possibilita compreender sua essência mais profunda, assim como suas reações mais imediatas.
O que ela precisa para sentir-se nutrida afetivamente? Como ela elabora seus pensamentos? O que a interessa, como se relaciona, como pode direcionar melhor sua energia? Como ajudá-la com as dificuldades que vão naturalmente surgindo durante o seu crescimento? Como acolhê-la?
Esta leitura é um recurso fortemente preventivo de apoio e orientação, somada à intuição e conhecimento de vocês, que só a convivência pode oferecer.
Dessa forma, não apenas os pais, mas também outros adultos responsáveis pela criança e que fazem parte da sua vida, terão um profundo entendimento de suas principais características, necessidades, talentos, fragilidades. Construindo assim, a base para um desenvolvimento respeitoso, harmonioso, vital e feliz.
Abraço
Mônica Bergamo

SENTINDO E PENSANDO








Ao nos tornarmos mães, uma grande espiral de energia brota no centro da nossa existência e mares até então navegados, jamais serão os mesmos.

É benção, é impacto, é reflexão sem fim, são dúvidas, são novos humores, é a busca do novo encaixe, é o olhar para o mundo que vira outro.

O exercício de educar, o filtro da ética que fica mais apurado que nunca, os valores que precisam ser reformulados, o esforço grandioso para que a comunicação chegue clara e vibrante, aos pequenos grandes corações dos nossos rebentos!

E os nossos hábitos então? Ah, me diga se não parecíamos viver em outro planeta?

O que passava despercebido, hoje carece de cuidadosa atenção.
E cada uma vive a maternidade de uma maneira conforme o seu DNA celeste, sua nossa história pessoal, seu DNA biológico, complexos ancestrais que vão se perpetuando, como foi o ambiente que nos recebeu, se tivemos o suficiente para podermos nos desenvolver através da infância, adolescência, vida adulta. 

Sim, temos um concentrado/modelo/padrão de energia que nos acompanha desde o nascimento e é isso que nos torna singulares!

Muito se vê sobre as nossas crianças e pouco sobre a mãe desta criança. Atrevo-me a falar em mãe e não em pais porque é gritante o acúmulo de funções e responsabilidades reservadas às mães ou a quem desempenha este papel.

Não incluo aí todos os homens, é óbvio. Mas o que mais se observa é o “pai que ajuda” e não o pai que divide a existência dos filhos e toda esta demanda em equilíbrio, com a mãe.
Eu estou na segunda rodada, sou avó.

Quando eu era mãe de criança pequena sequer percebia esta sobrecarga, era como se fosse natural ir tocando a vida com a língua de fora.

E obviamente que não precisa ser assim.  E que este excesso para um dos lados impacta demais com responsabilidade, cansaço, dúvidas.

Nada disso contamina o até então desconhecido descomunal afeto que temos pela cria. Não se trata disso, antes que aponte e torça o nariz.

Mas me pergunto se esta mãe é ouvida, se imagina que possa ser ouvida, se de verdade alguém percebe que ela também é mãe recém-nascida e como tal precisa de amparo.

A maternidade destampa muitas emoções e porões e isso segue pela vida afora. Nada é mais intenso, visceral e ocupa cada célula do nosso ser para sempre.

Fazer outra pessoa no meio das suas entranhas é muita coisa.
Como já falei outras vezes, este é o tema da minha vida: maternidade, infância, memórias, bebês, casa, ninho, acompanhar o percurso de um ser conhecendo o mundo, descobrir seu olhar para a vida, nossa Criança Interior.  
E tenho pensado muito nas mães.

Quando leio o Mapa Astral Infantil, percebo o quanto esta leitura faz um mix com a intuição, como faz pontes, como de certa maneira suaviza, quando na sequência existe a identificação de que aquele é de fato o seu rebento, cujo céu se abre para um mais amplo entendimento.

Tenho observado mães apaixonadas e exaustas, distantes delas mesmas. Mães que cuidam e amam 24h/24h, que se desdobram em tarefas, reflexões, dúvidas e amor.

Com suas próprias infâncias e Criança Interior, abaladas pela maternidade.

E sempre que posso, pergunto: “Ei, você sabe onde dói”? Sabe o que em você geme por cuidados, às vezes tão baixinho, que nem escuta direito? Há quanto tempo desistiu de tentar entender ou sentir mais fundo este chamado?

Cuide da saúde do seu corpo e da sua alma. Compreenda como sistema, alinhavado que é e não blocos isolados. Oxigene a dor, deixe que ela a atravesse, procure seguir sua ondulação, não coloque força e tampouco resistência.

Feridas profundas podem purgar, lembrando tudo o que te falta. Presença, apoio, toque, calma. Faltou?

Ser mãe do mundo.

Isso te diz alguma coisa?

Ventre/coração disponível, pronto para acolher. E quem te acolhe? Como precisa ser cuidada, você sabe? Já havia imaginado que também pode e deve ser cuidada? Sim, acredito que mesmo quando tudo sai diferente do que imaginamos ser o correto, isto também é doação, mesmo enviesada, do jeito que menos gostaríamos.

Perceba as suas necessidades emocionais. Como pode acreditar que ao perceber e suprir tão bem as necessidades dos outros passaria impune em relação às suas? Ninguém pode nutrir verdadeiramente sem estar nutrido.

Essas questões, de uma maneira ou de outra, poderão vir à tona para que sejam examinadas de perto e ganhem consciência para que então possam ser integradas em sua vida.
Ler o céu dos nossos pequenos nos leva de alguma maneira ao nosso momento lá no início. É como um despertador que vai tocando ao longe até chegar com seu som bem pertinho.

E depois disso, uma por uma, as feridas deverão ser reconhecidas e acalentadas. Primeiro uma, depois a outra, até que possa compreender que elas têm a mesma raiz, os primeiros tempos da nossa chegada.

Para mim, esta chegada é base de tudo.
Para o filho recém-nascido, para a criança, para a mãe eternamente recém-parida em sua tarefa de apresentar o universo a quem gestou nas suas entranhas.

De alguma maneira, a leitura do Mapa Astral Infantil, é um jeito de enriquecer esta chegada e este estar no mundo das nossas crianças, ampliando o entendimento que temos de cada uma. 

Abraço apertado e solidário aos que acolhem e aos que se deixam acolher.

PROMO MAPA ASTRAL INFANTIL - DE SEGUNDA-FEIRA 17 até SEXTA-FEIRA 21.
Na segunda, as orientações práticas.








O bebê vai nascer! Mas como é que é? Alguém aí quer escolher quando ele vai chegar? Como assim?









Cada vez mais fortes e fruto de uma real conscientização sobre o gestar, o nascer e o viver, movimentos como a humanização do parto, a amamentação exclusiva e com livre demanda, a criação com apego, a presença ativa do pai na criação dos seus filhos e toda a ordem de questionamentos sobre o tema, cercam de infinitos cuidados a chegada do bebê.
O que é naturalmente e simplesmente alinhavado com a vida desde que o mundo é mundo. Mesmo que por alguns longos momentos, tenhamos nos afastado disso.
E a Astrologia, por sua vez, passa a ser não apenas uma ferramenta para o conhecimento da personalidade, potenciais e possíveis dificuldades e orientações para daquela criança desenvolver-se o mais plenamente possível, como o instrumento eleito para que se decida qual o melhor momento para o seu nascimento.
Antecipar ou retardar sua chegada, não sendo por um motivo estritamente médico e bem indicado, é além de um risco desnecessário, uma interferência descabida e um profundo desconhecimento do que é a Astrologia e a serviço do que ela está.
Embora seja uma prática antiquíssima, nos últimos anos houve um reflorescimento da Astrologia, ganhando a mídia, mas nem sempre acompanhada das informações corretas.
A começar pelo ilusório desejo de imprimir ou excluir traços na criança que está por vir a partir de possíveis características e dinâmicas astrológicas.
Sermos responsáveis e acompanharmos outro ser em sua caminhada através da vida, é o primeiro grande exercício de falência da nossa onipotência.
Optar pela data e hora do nascimento por motivos astrológicos tem sido cada vez mais comum. Mas, simplesmente não podemos tratar algo tão profundo como a Astrologia, com superficialidade.
Não se trata de uma ingênua conta matemática e sim da tentativa de interferência e manipulação de elementos astronômicos e de simbolismos astrológicos que vão compor a mandala celeste arquetípica, específica daquela criança e que conta a sua história.
Esta busca pode ter a ver com uma idealização sonhadora ou mesmo com experiências desagradáveis com alguém do previsto signo do filho e que agora quer evitar a todo custo que esta energia se repita.
Quem não deseja para seu filho uma vida plena, criativa, sem grandes obstáculos e com seus potenciais devidamente estimulados, prontos a se desenvolverem? Pode ser por transferência, ou seja, por desejar que o filho realize, ou seja, poupado de certas experiências que foram consideradas negativas pelos seus pais.
Pois é, mas a vida não é um teatro de marionetes, em que temos os movimentos sob o nosso comando. E que bom que não é assim! Que bom que a vida tem o dom de nos surpreender e alinhavar relações, por exemplo, entre nossos filhos e nós, com temperos desconhecidos.
E que lindo quando podemos perceber o quando as diferenças se complementam, o quando as singularidades nos fortalecem.
Existe uma situação específica em que acho aceitável observarmos e apontarmos o céu eleito. É quando uma cesárea deve ser agendada anteriormente por motivos estritamente médicos.
Se isso é dado como certo e se existe uma margem de dias em que ela poderá acontecer, deixando o médico a critério dos pais, definir dia e hora, sinto que entre a escolha aleatória de um leigo, e a de um astrólogo responsável e conhecedor do seu ofício, fico com a segunda opção.
Podemos tentar harmonizar aquela chegada, equilibrar elementos, fazer alguns ajustes na dinâmica como um todo, cuidar do melhor momento para a vitalidade da mãe durante o procedimento. Mas, mesmo assim, tudo poderá ser em vão, mesmo ao pensarmos que estamos escolhendo alguma coisa.
Os indianos dizem que uma criança só nasce quando o carma individual dela se alinha com o carma coletivo. Ou seja, não importa o que façamos, ela chegará quando for a sua hora. E bem vindas sejam todas as crianças, que vieram para aprender, se desenvolver espiritualmente e também para nos ensinar.

DE 17 a 21 PROMO MAPA ASTRAL INFANTIL 

OLHA PRÔ CÉU TERÇA, 11 setembro.




OLHA PRÔ CÉU
TERÇA, 11 setembro.
Apesar de dona Lua estar em Libra, o signo dos relacionamentos, a maré não estará lá muito favorável para estes assuntos. 
Não se trata de impedimentos para se chegar a um bom lugar, mas de muito trabalho a ser feito para que isso aconteça com consciência.
A mesma velha fórmula usada até aqui, mesmo tendo funcionado bem, mal ou que seja relativamente, já não estará mais na roda. Está desgastada!
Nada que for tratado de jeito morno ou superficial vingará e a necessidade de verificar o que vai e o que fica chegará com vigor sem tolerar que se adie ou prorrogue nada.
É passar na peneira fina mesmo e na sequência expandir para uma nova maneira de se estar com o outro e com as “convivências” em geral.
Estímulo não faltará para olhar bem de perto a maneira como se relaciona e revirar o que for preciso. Não é força bruta, não é dar murro em ponta de faca, a menos que tenha gosto com isso. É para ter foco e não se precipitar de forma alguma. É se empenhar de verdade para resolver bem as questões que surgirem.
O que for possível ser feito enquanto iniciativa pessoal deve ser feito, respirando fundo e indo à luta.
O que não depende de cada um e sim do coletivo também precisa da nossa postura firme e clara quanto ao que queremos. Afinal, o coletivo é formado a partir de cada um.
É um movimento de respeito, ora se é, e inevitável.
Existem obstáculos, como sempre! Mas eles estão aí para serem contornados e não para impedirem a caminhada. Isso confirma objetivos e promove crescimento.  
Muita atenção com o que fala, com a precisão da interpretação do que escuta e com a comunicação em geral. Potencial de confusão das boas por aí, por conta de enganos e mentiras sobrevoando com cara de paisagem.
Não é para  cutucar a paranoia e sim estar atento.
Não entre numa de “achismos”. Espere as coisas clarearem (não nesta semana) para organizar e concluir pensamentos e atitudes.
Com Marte de volta a Aquário as ações ganham força para se expressarem de outra maneira, arejadas e criativas.
Muita calma nessa hora, bem que poderia ser o mantra da vez.
#LuaLibra 
#SaturnoharmoniaUrano 
#VênusEscorpião 
#MartetensãoUrano 
#MercuriotensãoNetuno 
#SolharmoniaPlutão 
#JupiterharmoniaPlutão 
#VênustensãoNóduloNorte

VÊNUS EM ESCORPIÃO 09 set. a 07 jan.












OLHA PRÔ CÉU
VÊNUS EM ESCORPIÃO
09 set. a 07 jan.

Intensas emoções, acompanham Vênus em Escorpião, no cenário celeste a partir de amanhã, 09 set.

Tudo é certeiro, nada é para depois e mesmo o que está oculto por debaixo dos panos, é revelado. 

Não se iluda um segundo, achando que por estar velado, está em segurança.

As questões emocionais e profundas são elevadas à frequência máxima, polarizados, estilo “meu bem meu mal”.

Vale tudo, todos os assuntos e sentimentos são bem vindos em Scorpio. 

Escorpião é o cardápio indigesto, pois toca em recantos da nossa alma e do nosso inconsciente que a maioria de nós preferiria não tomar conhecimento. 

Perdas, transmutações, o desafio do desapego, a dificuldade em lidar com a ideia da morte (que obviamente não precisa ser física) e lá vamos nós, colados na adrenalina produzida por estes assuntos.

Traduzir Vênus em  Escorpião é falar de paixões, de profundidade, de intensidade, de sexualidade, grande canal de extravasamento de sua imensa energia e de poder.

Ciúmes, teimosia, mágoas, rancores e acentuada desconfiança podem estar fortemente na roda.  

Essa Vênus sugere ao pé do ouvido, se lance com intensidade ao fluxo da vida. 

Aproveite este período para esclarecer, solucionar, desatar nós, não esqueça a motivação da sua jornada.

O mistério e os segredos vêm juntos, companheiros, até que o que tiver que vir à tona finalmente se mostre.

As relações que vêm arrastadas no tédio, sem energia, nubladas, vão tomar um susto dos bons e na voltagem máxima. 
Tipo ou dá ou desce. 
Banho de bucha, esfoliação para tirar as células mortas. 
Pelo amor dos deuses, o mundo em ebulição e a parceria miudinha e anêmica? 
Ah, para que isso?
Repense se o seu relacionamento está rolando arejado e fazendo crescer. 
Independente da conclusão a que chegar, lembre-se, você pode decidir o que quiser! 
Logo, não deixe de se fazer as perguntas inadiáveis, pois elas te trarão consciência, a grande liberdade!

"Prestenção"
Vênus vai ficar retrógrada no dia 05 de outubro e assim permanece até 15 nov. 
Antes que se benzam, entendam que é este "revisitar" quem vai permitir transformações tanto na sua forma de se relacionar como na forma com a qual lida com os valores/finanças.

LUA NOVA EM VIRGEM e ANO NOVO JUDAICO





OLHA PRÔ CÉU
LUA NOVA EM VIRGEM
ANO NOVO JUDAICO

E a Lua entra novíssima em Virgem inaugurando também o Ano Novo Judaico, 5779 anos de história, cultura, tradições. 
Junto com o novo ano do calendário judaico, que se inicia ao nascer da primeira estrela, se expande a oportunidade de maior abertura espiritual e ampliação da consciência.
A energia se organiza priorizando o que é simples, enxuto e que efetivamente funcione (Virgem) para a renovação que acompanha esta fase  do ciclo lunar. 
Anote seus desejos e necessidades, seus propósitos e insights. A cada Lua Nova complete esta lista, se preciso for, e a cada Lua Cheia veja o que conseguiu desenvolver. Lua Nova é tempo de semear um novo ciclo, de preparar a terra e lançar sementes e na Lua Cheia é tempo de colheita.

Foque no agradecimento das bençãos que recebeu, compartilhe boa energia e boa sorte.
Que o Ano seja doce e cheio de bons sentimentos.
Conecte-se com o sagrado em você.
Amém nós todos.





OLHA PRÔ CÉU Sábado, 01 de setembro.




“Andar com fé eu vou a fé não costuma falhar...” Será?
As nossas “certezas” podem e devem ser questionadas. Engessá-las é criar um ambiente impermeável, negando o movimento do viver que se renova naturalmente, mesmo que a gente não tenha esta consciência.
O medo é paralisante e inacreditavelmente muitas vezes, nos comportamos cheios de receio, quando na verdade podemos até ter superado aquele determinado sentimento e não nos demos conta.
 As várias experiências a que somos submetidos e nos submetemos todos os dias transformam e amadurecem.
Mas nos distraímos e nos afastamos da nossa essência, da nossa religiosidade mais profunda mesmo quando continuamente acontece a Alquimia com tudo o que compõe o nosso universo coletivo e particular.
Bom, acho que não é a fé quem falha, mas sim nossos apegos é que precisam de revisão constante assim como a nossa maneira de nos comunicarmos.  
A falta de confiança chega com força quando nossos desejos, que batem pé por satisfação imediata, se recusam a compreender que é preciso tempo, que a vida é processo e não fast-food.
Poderia virar mantra: - “Vou me acalmar e observar”.
É jogo duro, se é.
Lua Netuno em harmonia
Lua e Plutão em harmonia
Lua Júpiter em tensão
Lua Mercúrio em tensão


Biografia Astrológica




Confesso, AMO MUITO Marte em Capricórnio.
Impulso e eficiência, fazem meu coração bater mais rápido!
Outra coisa que AMO também: Saturno Urano, que andam em harmonia pelo céu.
Gosto do que é conservador bailando com o inesperado, me sinto em casa mesmo não tendo este aspecto no meu céu, meio que um gosto de viver no fio da navalha todas as aventuras do mundo interno, das emoções.
Escaladas difíceis oferecidas pelo mestre e a presença de um Urano dissonante fazem a festa que eu gosto!
Os raios anunciando o trovão (Urano) assustam as resistentes estruturas cultivadas pelo mestre (Saturno), mas ao final ambos participam das minhas comemorações, mesmo que se olhando meio pelo canto dos olhos.
E la nave va
VIDA É FLUXO, mesmo que de vez em quando a gente se assemelhe a toco de enxurrada que enrosca em tudo, constelando todos os complexos que temos direito.
Mônica Bergamo

OLHA PARA O CÉU Para amanhã, dia 30 agost, quinta-feira.









E o Universo vai se autorregulando em seus diferentes ritmos.  

Estamos em plena Lua Cheia atravessando Áries até amanhã às 22h31m quando a grande dama prateada entra em Touro.

Tudo aquilo que era “para ontem” ganha paciência e tempo.
Em Touro a vida é saboreada, assim como as decisões. Nada é para já.

Este saborear a vida implica em cuidados com você, em providenciar confortos que aqueçam a alma e tornem as coisas mais convidativas. Embora a energia taurina seja essencialmente prática, é preciso um pouco de maciez e bons aromas para que não perca sua tranquilidade.

A Lua taurina enrola o que pode, mas quando se decide, seus passos são firmes.

Mas, enquanto a Lua anda em Áries por todo o dia rola certo incômodo entre as pessoas, mais ainda nos relacionamentos íntimos. Como se o seu querer fosse para um lado e o do mundo para outro.

O foco também não virá na primeira respirada porque lá dentro um mix de irritação e aceleração ocupa espaço. Enquanto não for capaz de se sentir com o humor mais sereno não bata de frente, pois onde não há ainda capacidade de entendimento, o solo é minado e explode.

Mônica Bergamo



LUA CHEIA EM ÁRIES






A Lua Cheia deixou o universo inspirado, divino, cheio de compaixão e sonhos de Peixes e agora, desde a o início da tarde desta TERÇA 28, se encontra em Áries, sinônimo de impulso, ação, desejo de conquistar tudo para ontem, por favor! Lua em Áries é aquela energia do “dá licença que eu já passei”.
Para QUARTA 29 fique em atenta conexão com as emoções que sabemos que não nos levam a lugar algum, mas continuamos ali, rendidos.Porém, se houver empenho na reflexão poderemos perceber finalmente várias coisas ao nosso próprio respeito. Por exemplo, o que tem por trás desta atitude de não soltar nem com reza brava o que sabemos que não nos leva a nenhum lugar, que seja ao menos interessante?
Sim, de repente arrastamos correntes na companhia de sofrência braba, mas existe alguma efervescência que nos ajuda a justificar o nosso lado sem noção. Mas outras vezes, nem isso, é energia geléca mesmo. Tente descobrir em nome do que a geléca se mantém. Sempre existe uma motivação da qual não nos orgulhamos, mas que comanda bem o jogo.
Ao nosso favor temos a possibilidade de uma comunicação mais fluente porque existirá uma disposição mental para isso!
A Lua Cheia amplia e intensifica tudo, por isso, atenção para não se deixar levar por impulsividades, que em seguida precisará rever e reajustar. Busque a paciência e dê à sua energia uma direção correta. Mantenha o foco em seus objetivos e siga em frente com coragem e coração!
Mônica Bergamo
Astrologia
Via lista de transmissão WhatsApp 11 982595598
Quem quiser receber as postagens  desta maneira é só avisar!

#LuatensãoPlutão #LuaharmoniaMercúrio #LuaCheia   #LuaÁries

Marte Direto etc... 27 agosto.







Pode até parecer que o dia acena bandeirolas dizendo: hoje pode tudo! Mas o fato é que é necessário tirar o pó da sandália da humildade do armário e calçá-las mesmo neste frio. Bobeou, achando que dá para falar o que quiser e consertar depois? Ah tá, vai lá e experimente. E guarde duas palavrinhas em mente: processo civilizatório. Não dá para sair falando tudo o que se deseja. As consequências são pesadas.

Ainda mais o astral estando delicado como está. Tente harmonizar e integrar sua energia, não deixe que cada lado seu fique espalhado por aí. A Lua está em Peixes, lembra-se? Use a sua intuição como viga mestra!

E a delicia do dia? Marte volta do seu movimento direto, para quem não suporta, ou não entende, a utilidade das retrogradações, balões atingirão os céus em comemoração e alívio!

Coloque o seu poder de decisão na roda, reflita sobre o que aprendeu no período de retrogradação do nosso Deus da Guerra. Atitudes renovadas e boa disposição? Então vai lá e faça o que acredita, ação!
Mas com estrutura. Do contrário, canoa mega furada.

Propósito e Gentileza




O fato é que nada virá fácil, se é que algum dia foi assim.  
É tempo de delicadeza e não de tentar conseguir as coisas no seco. Isso não significa virar maria-mole. É preciso sim olhar para o compromisso, para as responsabilidades, para o que se quer. Mas “sin perder la ternura.”
Mercúrio continua estimulando os pensamentos a respeito do EU e da criatividade.
Refletir sobre o EU significa muito, questionarmos o que construímos a respeito da nossa identidade, onde e como queremos chegar até nossa proposta e desejo. Isso significa processo de cura, independente de quanto caminhamos. O processo da investigação de si mesmo já é curativo por si só.
O que de fato importa?  Que rumo vai tomar e como pretende fazer isso?
Esta pergunta, acredito, é chave para todos os processos caóticos que estamos vivendo e que visam uma nova ordem.
Questionamento daqueles caminhos que acabamos vivendo no automático como se a vida “fosse assim mesmo”. Não é assim mesmo, e cabe a cada um, o exaustivo trabalho de nos tornarmos cada vez mais nós mesmos. Soa estranho? Pode ser que sim, assim como a forma que inconscientemente vivemos por medo, acomodação, desconhecimento, tantas coisas que nos afastam do que viemos ser e fazer. A busca e a ação sobre o propósito de cada um é o x da questão. Ou pelo menos em deles.


A LUA ESTÁ EM CÂNCER









A sensibilidade da desta Lua torna tudo mais permeável.
Ficamos mais próximos do que nos traz a sensação de fazer parte de determinada tribo, seja ela familiar ou a tribo escolhida.
Escutar, contar, reconhecer o que é familiar, o que faz sentido dentro de seu coração fazendo link com o que reconhecemos com facilidade e com o que é íntimo emocionalmente.
Podemos identificar mais de perto o que é que nos aproxima e o que é que nos torna semelhantes.
Compartilhe, chore tudo, deságue, não tenha receio da sua emoção e da sua humanidade. Acolha e permita-se ser acolhido.
Lua em Câncer são as nossas memórias e a nossa saudade.




ESPIRALADAS DOS ECLIPSES






Sim, ainda faltam uns dias para o próximo Eclipse, mas depois da sequencia deles, que vem acontecendo desde julho (este será o terceiro desde 13 de julho), avalio que seja bom darmos uma refrescada neste assunto com mais tempo. A energia dos Eclipses precisa de um espaço de manobra e não de mais pressão. Isso eles dão conta por si sós!
Então após este testo provavelmente ainda farei um ou dois sobre este assunto, assim no dia D, estará tudo bem claro, espero!

“No sabadão 11 de agosto, teremos o último Eclipse do ano. Trata-se de um Eclipse Solar Parcial aos 18 graus de Leão. A Lua, como sempre acontece num Eclipse Solar, estará em sua fase Nova.

Quando penso em eclipses, me vem a imagem aqueles faróis no meio de uma tempestade, iluminando a loucura, selvageria e o caos das ondas gigantes e transtornadas.

Este feixe de luz, simbolicamente, aponta com força em quais assuntos deveríamos investir com muita objetividade, disposição e coragem. E quais, mais uma vez, deveríamos deixar para trás para podermos seguir em frente.

Os Eclipses não criam nada, eles apenas cutucam com força, foco e fé o que estava louco para ganhar expressão. Para que isso aconteça, é preciso suportar o natural incômodo que estes processos trazem, mas nada é surpresa.

Tá bom, você pode colocar as mãos em frente aos olhos e deixar só uma frestinha de vida real entrar. Mas não tem jeito, se ficar nessa posição muito tempo, vai petrificar.

Algumas coisas que você escolheu lá atrás não fazem mais sentido? Se a resposta for sim, é preciso ajustar as consequências desta escolhas para o seu olhar presente.

Sua cabeça fica feito disco quebrado? Repetindo, dando aquela passada de perna em si mesma floreando apenas os trechos  preferidos louca para entrar num “não vale a pena ver de novo?”

Sol é vitalidade. Como anda a sua? Que compromisso, com você mesma, pode assumir para dar uma melhorada nisso? Dançar, por exemplo, é um ótimo exercício e basta apertar o botão para fazer circular corpo e sentimentos.

Deixe para trás pesos em seus ombros, cheios de mágoas, indecisões e arrependimentos. O passado ensina,  mas é daqui para a frente que a vida chama.

Desentulhe armários, cantinhos que vão ficando para depois, lave sua casa, bote uma flor, compre um caderno novo e anote suas vivências importantes entre um Eclipse e outro. Pode se dar conta que está anotando rotas para seus tesouros internos e que refletem cá fora. Esfregue seu corpo com vontade, elimine células mortas que dificultam a oxigenação da matéria, hidrate, se cuide. Não fique olhando para aquele trecho mal tratado do seu corpo como se ele fosse algo muito distante.

 Escreva e pregue na geladeira e/ou no espelho: Meu medo, minha raiva e minhas mágoas são o combustível mais explosivo e implosivo que existe. Quero isso? Posso encontrar um jeito de conhecer esses sentimentos, acolhê-los e transformá-los?

Pode sair daí, um bom diálogo para inúmeros impasses!
Saiba qual é a sua intenção e confie em sua capacidade de tornar sua vida um lugar melhor de se estar.

PS : Para quem acha que eu  vivo tudo isso que sugiro, resolvida mil cruzes e protegida, esqueça! Comercial de margarina passa longe daqui de casa, nem queiram saber. Eu apenas tento, tento muito, desde que me pequenina, lá longe no tempo, tudo isso em que sempre acreditei. Somos criaturas em processo e é isso que importa. Estar em busca."