OLHA PRÔ CÉU QUINTA, 22. SOL EM ESCORPIÃO

 



Traduzir Escorpião é falar de paixões, de profundidade, de intensidade, de sexualidade, grande canal de extravasamento de sua imensa energia, de poder.

O que é tocado por Escorpião é vivido e experimentado integralmente.

Adaptam-se facilmente a situações que poderiam ser insuportáveis para a maioria das pessoas e literalmente odeiam trivialidades podendo “renascer das cinzas” como Phoenix através do seu grande poder de transmutação psicológica.

Sua mente analítica e sua imensa intuição permitem que penetre no âmago nas questões mais complexas com as quais se depara. Inovador e fascinante pode ser um grande revolucionário, embora toda a sua ação ocorra em um nível absolutamente interno e não obviamente explícito, acentuando assim o mistério e os questionamentos que o cercam.

Com paciência, introspecção e mergulhado em fortes emoções, possui capacidade de vencer seja lá o que for. Escorpião acessa recursos dentro de si, recicla o que for preciso e renasce das cinzas belo e fortalecido.

Eu amo.

PS - Plutão, regente de Escorpião, e Vênus como contei ontem, estão de graça. E só digo: "a tentação is in the air".

“A ti Escorpião, darei uma tarefa muito difícil. Terás a habilidade de conhecer a mente dos homens, mas não te darei a permissão de falar sobre o que aprenderes. Muitas vezes te sentirás ferido por aquilo que vês, e em tua dor te voltarás contra Mim, esquecendo que não sou Eu, mas a perversão de Minha Ideia, o que te faz sofrer. Verás tanto e tanto do homem enquanto animal, e lutarás tanto com os instintos em ti mesmo, que perderás o teu caminho; mas quando finalmente voltares, terei para ti o Dom supremo da Finalidade.”
E Escorpião retornou ao seu lugar.
(Original de Martin Schulman – Karmic Astrology: The Moon’s Nodes and Reincarnation, 1977) 


OLHA PRÔ CÉU Até quarta-feira

 






Sempre, independente do tempo, durmo de janelas abertas. E invariavelmente me encontro durante noites e madrugadas com habitantes celestes.
Marte, tem sido o brilho da vez. Nítido, alaranjado, parece sempre disposto ao chamado, impulsionando.
Se pudesse atribuir uma palavra para 2020, seria desconstrução. Com todos os perrengues que a acompanham. Também atribuo a palavra oportunidade à 2020.
Sei que muitos podem achar que oportunidade é delírio. Mas me digam. Não fosse o castelo de cartas desabar, nos movimentaríamos? Aposto que não. Cheios de gambiarras, nos acomodamos e vamos seguindo, hábitos enraizados em solo seco mas potencialmente vital! Enquanto praticamente tudo no nosso planeta, foi adoecendo.
Nós, o que nos cerca, os sistemas que criamos, os nossos desejos, a ausência de perspectivas, o desconhecimento do que vai dentro de nós, o que permitimos castrar e abafar.
Estamos nos finalmente de 2020, embora até o seu final, ainda muitas águas vão se movimentar.
E o processo que foi iniciado com a Grande Conjunção em janeiro, que detonou o início da desconstrução, levará um longo período até ir ganhando forma.
As mudanças se fazem urgentes mas trata-se de um processo.
Dois mil e vinte, acordou o gigante.
E uma nova ordem dependerá de termos clareza do que e de como nos reestruturaremos. A partir de que bases pessoais, mirando sem descanso o coletivo, sem a menor distração.
O céu, sempre coalhado de aspectos importantes, tensiona, tem objetivos.
Temos disputas, pavio curto, eleições americanas que afetam globalmente economia e politica, um vírus que nos trancou em casa e cujo desconhecido comportamento ainda tateamos.
A maré está sacudida. É hora isso, ora aquilo. O clima é de mudanças, sem adiamento.
Até quarta, considere que Marte está tensionando Júpiter. Assim sendo, atenção com a possível crença de achar que pode tudo, que dá conta de tudo e mais um pouco. Menos, bem menos. Pode muito, mas não tudo. Enxugue os excessos, pois poderão funcionar bem ao contrário do que imagina. Não flerte com situações de risco. Por outro lado, use com sabedoria a usina de energia que está à sua disposição para colocar a fila para andar, movimentar o que pode.
Já Vênus/Júpiter estão in love.
Este aspecto de Vênus com Júpiter, é um banho de ervas bem rezadas nos relacionamentos!
Olhe generosamente para seus sentimentos, bons ventos chegam com este aspectos. Valorize o que for bom, permita que o afeto se manifeste!
Se não rolar agora, olhe, nem sei o que te dizer.
Nos negócios, também poderá ter boa sorte, alguma poderá se abrir, parece dar uma desemperrada.
Mercúrio retrógrado tenso com Urano, parece criatura sem palavra. Muda, surpreende, agora é, e logo mais não é mais.
Outra coisa, este aspecto costuma enlouquecer a tecnologia. Faça back-up, dê uma geral.
Mas use estes dias em que o aspecto está ativo também para ousar, criar! Mercúrio Urano traz algo de genial, aproveite!

OLHA PRÔ CÉU Segunda, 19. LUA EM SAGITÁRIO






A Lua entrou em Sagitário, saiu das catacumbas investigativas, passionais e um tanto quanto possessivas de Escorpião e acionou seu lado extrovertido e entusiasmado!
O gosto pelo conhecimento volta a dar as caras e nossa visão se amplia, novos assuntos aquecem nosso coração e curiosidade, assim como o desejo de ganhar mundo.
Que nesse momento, poderá ser feito sentado confortavelmente em sua poltrona, rede ou o que prefira, lendo um livro sobre determinado país, assistindo um documentário sobre outras culturas. Nossos horizontes ganham área e nossa fé é reavivada.
Quais são suas metas? Que tal traçá-las, desenhá-las, escrever sobre elas para que se tornem mais claras?
Isso tudo dá foco e é bom para quem o deseje.
Mas, a Lua sagitariana está tão envolvida com o movimento e com as paisagens, que pouco importa se vai chegar a determinado ponto ou não.
Bora cavalgar em liberdade dentro de nós e fazer do abraço gesto amplo, que sabe trazer coração para perto de coração, com o barulho dos galopes, para quem ousar escutar.
Ilustração:
Salvador Dali.

OLHA PRÔ CÉU, SEXTA 16. LUA NOVA

OLHA PRÔ CÉU

SEXTA, 16.

LUA NOVA EM LIBRA às 16h32m HB aos 22 graus e 54 min. de Libra.



A Lua se fará Nova em Libra, e esta é uma ótima oportunidade para trazer para bem perto do coração, o que vale estar presente em sua existência e o que merece uma justa causa.

Simplesmente porque não faz mais sentido, porque se esgotou, porque virou outra coisa.

Libra, é o estandarte dos relacionamentos, é aí que arde a chama, a fé, o investimento afetivo, o permanecer ou o ir embora.

Libra prefere a reflexão, a simetria, essa coisa de intensa chama meio que passa longe, para tristeza de alguns.

Ilumine sombras, planeje e pratique bons hábitos, direcione seu olhar para o que considerar a melhor perspectiva.

A Lua por si só está envolvidíssima em tensões.

Cuidado com o que for excessivo, over mesmo pois em contato com Júpiter, já viu.

Com Marte e Plutão, agressividade em potencial é o seu nome, hostilidade tb. Explosão idem.

A tensão com Saturno traz desconfortos.

Esta Lunação/Lua Nova que segue até 15 de novembro, pede muita flexibilidade.

A necessidade de tomar atitudes decisivas, será constante.

Boa Lunação!

#LuaNova #Libra #MônicaBergamo

#Astrologia



OLHA PRÔ CÉU QUINTA, 15. SOL QUADRATURA PLUTÃO

 





A energia é tamanha, que dar umas piradas por descontrole pode estar na ordem do dia.
MAS, se estiver consciente do que acontece do "lado de dentro" pode aproveitar esta mesma potência e desarmar o que pode machucar a si e ao entorno.
Estes picos de tensão podem ser bons estopins para dar aquela geral no que te perturba, incomoda.
Não desembeste como se não houvesse amanhã. Descanse. A privação do sono enlouquece, espolia o organismo fisico, seu emocional, seu raciocínio.
Foque no que almeja mas faça isso considerando que é preciso investir em equilibrio.
A hora é essa. Porque esta energia Sol Plutão te dá a oportunidade de praticar o exercício da sua vontade, colocar tocha acesa nos seus porões e permitir que entre luz (consciência).
Se proseguir enrolando naquilo que sabe que precisa fazer, vai perder a oportunidade de experimentar a energia mais adequada nessa direção, verdadeiro salto em seu desenvolvimento.
Plutão clama por mudanças. O Sol, é a nossa identidade, nossa noção do Eu.
Uma boa crise de identidade não seria algo surpreendente nos próximos dias.
Você é quem quer ser?
Está em paz com o que vc é?
Plutão está pronto para te dar uma boa sacudida, com barulho de britadeira abafada.
Mas não sossega enqto. não tentar de tudo para que inicie um processo de mudança com responsabilidade.
Se não agora em que nos sentimos abandonados num multiprocessador, qdo.?
Observe sua capacidade de liderança e o que tem feito com isso.
A busca de mais satisfação pessoal é um grande estímulo Questione, persevere, defina. Alcance sua criatividade!
O aspecto é tenso, mas a luta para se colocar em dia com vc mesmo, não vale?
Este aspecto mexe com o poder!
O que será que o mundo externo nos reserva? Qual a bola da vez? Politicamente, alguma surpresa?
Em termos pessoais, lembre-se: a dignidade vale todas as lutas.
Mas o orgulho, a vaidade, tem seus dias contados, caso resolva investir seriamente em vc. e em tudo que compõe o seu mundo.
A saída, como sempre, é para dentro.

OLHA PRÔ CÉU TERÇA, 13.

 






Falarmos sobre a tensão que paira no ar é como chover no molhado. Quem é que não sente e sabe que a pressão está intensa, mas que mira a um outro estado de evolução?
E isso, considero bem importante. Não perder de vista que tudo é parte de um processo e não de uma fatalidade diante da qual não podemos nos posicionar e tampouco lutar.
Para isso, não podemos deixar que o propósito maior seja abafado por um clima alarmista, como se nos restasse apenas a passividade. Simplesmente porque não somos condenados a ela. Mas cabe a cada um fazer a sua parte, fato sabido desde muito. Fazer no pequenino que seja, transformando o gesto, o olhar, a palavra, a leitura, o que nos nutre.
O Sol libriano quer acordos, mas neste momento, é mais difícil que ocorram, pois Marte, o Deus da Guerra se encontra em polo diametralmente oposto. Mais um cabo de guerra.
Existe tensão, disputa, bloqueios e assim será a semana, pois logo mais o confronto também acontecerá com outros titãs.
Nada nos resta? Passividade? Só se for por escolha, pois não há falta do que fazer.
Por exemplo, sexta temos a Lua Nova em Libra. E se chegarmos lá tendo definido melhor o que de fato é necessário e o que está com prazo de validade vencido (atitudes, relações, hábitos, escolhas, projetos etc.) teremos o novo a ser semeado.
De que maneira quer cuidar e orientar sua vida daqui para frente? Quando chegar a hora em que os acordos se tornem possíveis, do que pode abrir mão e o que é inegociável?
É preciso estratégia, inteligência, conhecimento das emoções. De que adianta sair colocando fogo no mundo? Existem estragos, que são irreparáveis.
Sempre existe uma maneira alternativa em relação às nossas posturas sem que precisemos renunciar aos nossos valores.
Podemos lançar labaredas, palavras cortantes, mas qual o resultado? Qual o alívio a não ser a descarga de energia imediata? E aqui fala alguém a quem até pouco tempo atrás não custava muito lançar labaredas junto com palavras indignadas, de lâminas afiadas. Flambando mesmo!
A indignação segue e o fogo idem, mas tenho tentado muito, que ele se transforme em combustível que não feche portas e sim mantenha a possibilidade de diálogo aberta.
Considero este o grande aprendizado que venho tendo. Identificar onde o solo não é fértil após infinitas tentativas e simplesmente ir embora com menos barulho. Não fazer mal uso da minha energia. Soltar o que não tem mais sentido.
O Sol em Libra não quer guerra com ninguém, mas Marte está sempre em prontidão. Qual luta vale a pena? Qual apenas é desgaste e destruição?
Não devemos esquecer que existem minas armadas para os distraídos, os impulsivos. Mas também existe a possibilidade da sutileza que busca a cura.
O que o mundo levianamente propõe, geralmente é o guerrear. Mas temos a opção da construção da paz em nossas atitudes, lutas, escolhas.
O desejo de paz também gera tesão, adrenalina, planejamento, vontade de ir à luta, garras afiadas, mas focando a transformação e a construção.
A destruição, a falta de ética, o egoísmo, a inconsciência, a existência do outro, espero eu, poderão ser dissolvidas e ofuscadas em grande parte pela consciência, pelos ideais claros, pela responsabilidade em conhecermos e assumirmos os nossos direitos, pelo incansável que nos toma quando acreditamos que um mundo mais justo é possível. A boa luta existe, cada um que acredita nela, precisa se aproximar cotidianamente desta possibilidade.
O que tem de ser, tem força. E não posso compactuar com a ideia de que “o mundo é assim mesmo.”
Ele não é, não existe para isso e a esperança nutrida de consciência, pode nos levar para um outro lugar.
Assim sendo, os próximos dias são potencialmente pesados sim. Mas podemos nos colocar de outra maneira diante disso. É preciso cuidado, muito cuidado. Mas temos muito a fazer ao invés de nos trancarmos inertes no quarto do pânico.
Respire e tente oxigenar seu medo.
Amém nóis tudo.
Mônica

OLHA PRÔ CÉU MERCÚRIO RETRÓGRADO 13 OUT. até 03 NOV.

 


Mercúrio, que está atravessando Escorpião fica retrógrado pela ultima vez em 2020.

Este movimento de fato não facilita em nada a comunicação, pede cuidados aí e ainda de quebra fragiliza o sistema nervoso trazendo muita inquietação e irritabilidade.

O que poderia ser resolvido de maneira simples até então poderá se tornar um empreendimento de porte e ainda assim correndo o risco de ser ineficiente.

Foque, tenha clareza. Uma coisa de cada vez, priorize o que é fundamental, não é agora que vai fazer mil coisas ao mesmo tempo e ainda assim obter bons resultados!

Assuntos que tenham a ver com comércio, as mídias de todas as formas, o ensino, tudo isso pertence ao território de Mercúrio. 

Decisões precipitadas devem ser evitadas a todo custo. Pense, repense, analise, se aconselhe, se desembarace da pressa! Compreenda que mesmo estando em ordem, coisas podem se tornar confusas e precisarem ser refeitas, pedindo ajustes. Trabalho em dobro e ainda com resultados duvidosos é uma possibilidade.

Situações obscuras podem ser reveladas e trazerem grandes surpresas! O que dava como certo pode se mostrar incerto e todo cuidado é pouco ao se comprometer com escolhas pessoais e situações comerciais e profissionais. Ainda mais estando em Escorpião, imagine só! Acha que o que não estiver correto passará em brancas nuvens? Então tá! Conversamos depois!

Aproveite para adotar um ritmo tranquilo que te permita tomar decisões com mais segurança. Não tente dar o pulo do gato. Não é hora, simples assim.

Apesar da necessidade de tantas precauções este momento pode ser visto com bons olhos no sentido de que podemos retomar projetos que foram abandonados e reavaliar outros que planejamos colocar em prática. Ou seja, colocarmos a vida em dia é uma boa opção. Permita-se um tempo a mais ao decidir questões pessoais, certifique-se de que razão e emoção estão minimamente em parceria. Reavalie o que puder.

Senhoras e senhores, o período é de instabilidade, fato. Muita calma nessa hora!

Não estou dizendo para que coloque sua vida em suspenso, até porque seria pouco real, já que ele pode retrogradar até quatro vezes num ano, durando várias semanas de cada vez.

Está certo do passo que deseja dar? Vai lá! Mas não deixe de refletir antes.

Dependendo de onde cair em seu Mapa Natal, ali haverá questionamentos e insegurança. Mas a partir do momento em que compreender o que é estar em harmonia com este planeta, poderá usufruir muito daquilo que é oportuno e que pode ser fértil, apesar da retrogradação.

#MercúrioRetrógrado #Escorpião  #MônicaBergamo #Astrologia


DIA DAS CRIANÇAS E A NOSSA CRIANÇA INTERIOR

 

 




Se tivéssemos a mais vaga ideia da real importância que as nossas experiências emocionais infantis têm em nossa vida adulta, certamente daríamos precoce e cuidadosa atenção a este assunto.

Você consegue imaginar o quando a nossa Criança Interior está presente nas nossas reações, decisões, escolhas em nosso dia a dia? Imagina o quanto ela se expressa através de nós adultos? Diria que o plantão que ela dá é daqueles 24h por dia, habitando inclusive nossos sonhos e planos.

O nosso potencial evolutivo, está lá.

A viga mestra do que construiremos, também.

Se concordarmos que a esmagadora maioria de nós adultos, por dor ou desconhecimento, não investigamos amorosa e corajosamente este altar da nossa alma, poderíamos considerar a imagem que me veio agora - uma porção de adultos inconscientemente comandados pelas suas experiências infantis dolorosas, sentindo-se frustrados, raivosos, deprimidos, exaustos, confusos, super protetores (presente!), muitas vezes projetando seus desejos insatisfeitos nos que estão sob seus cuidados. Foi assim antes de nós e será eternamente se não ficar claro, num processo quase que pedagógico e certamente psicológico, a importância de termos consciência deste processo, para podermos caminhar de outra forma e exercermos a nossa maternagem e paternidade com mais consciência.

Muitas vezes, pode parecer que o resultado disso é uma teia de acusações sem fim. Mas o adulto consciente da sua história, que pode clarear e traduzir seu passado, é capaz de anistiar, de verdadeiramente compreender que os responsáveis por cuidar de sua infância, eram possivelmente pessoas com vestes de quem sabia de si mas que carregavam em si uma criança machucada e desprotegida também impressa em suas vísceras, carnes, pele, voz, olhar, exigências, defesas.  Eram apenas vestes, embora suas atitudes, a partir de uma observação mais experiente e sensível, denunciavam o tempo todo aquilo que a maioria de nós possui – uma criança ferida, acuada, furiosa e sentindo-se traída, que nos habita.

Investir em um processo de autoconhecimento, me parece a grande possibilidade de cura. Porque o autoconhecimento ilumina nosso inconsciente, nos apresentando nossa Sombra, reparando entendimentos, aliviando pressões.

Precisamos conhecer nossa Criança, suas inquietações. E não importa se aí está uma Criança zangada, fechada, cheia de hábitos que não apreciamos.

Mergulharmos em busca da nossa energia criativa, cheia de possibilidades inovadoras do nosso caminho, na direção em sermos aquilo que de fato somos. Cada vez mais sermos quem somos verdadeiramente. Através do conhecimento da nossa Criança, esta jornada pode ser o que de mais enriquecedor poderemos viver. Porque nos possibilita a abertura das nossas cavernas particulares.

Nossos ancestrais e suas memórias estão em nós. Na entrega que não conseguimos viver, na recusa em aceitar o fato de que sim, podemos ser mais felizes e conscientes. Não precisamos de tantos NÃO POSSO ISSO, NÃO POSSO AQUILO. Que seja por você, através das suas experiências os SIM e os NÂO.  Este, deveria ser o grande compromisso.

Não é um processo acusatório e sim libertador!  

Acredito que a grande diferença seja percebermos a intenção dos que cuidaram da nossa infância. Uma coisa é a maldade, a má intenção. A outra, é o desconhecimento. Às vezes isso pode se misturar, mas é preciso investirmos no esclarecimento disso tudo.

Uma vez li que o salmão deixa o mar e sempre volta à nascente das águas em que nasceu. Seja lá como cada um vai fazer este percurso, é preciso retornar às origens para compreendermos onde estamos. Sinto assim.

Que nossa Criança Interior possa ser companhia das nossas descobertas, muito mais reais do que idealizadas.

Essas descobertas, talvez nos permitam sermos melhores seres humanos, pais, melhores companheiros de jornada, construtores de um mundo onde o afeto possa correr solto, com vitalidade, coragem e verdade. Sem dúvida, um mundo melhor, menos violento, com menos gritos abafados, com menos medo do amor.



Mônica Bergamo

OLHA PRÔ CÉU PRÓXIMOS DIAS (09, 10, 11)

 


 


A Lua mingua a partir desta sexta em Câncer, e quando alcança esta fase, quer mais é ficar para dentro, refletindo.  O Sol segue por Libra, tentando trazer consciência para as relações, buscando equilíbrio, seus grandes assuntos e tensionando Marte, Senhor da Guerra que por sua vez está em franca provocação com a trinca em Capricórnio, Júpiter, Saturno e Plutão. Temos aí uma grande tensão entre opostos e entre “vizinhos” que não se bicam. Fora tudo isso, temos mais um aspecto exato de Marte Plutão.

Sugiro fortemente que intensifiquem os cuidados que já foram recomendados há dias: removam radicalismos do cardápio, não entrem em conflito neste momento, cuidem-se! Tudo isso atiça jogos de poder tanto a nível pessoal quanto coletivo. Não está sendo possível o entendimento? Enfie a viola no saco e vaze, se afaste de hostilidades, posturas inflexíveis e impositivas. Cada um com seus fantasmas!   

Tudo pode virar veneno ou remédio, dependendo da dose e de como é administrado, certo?  Pois então, a mesma energia que pode gerar violência pode gerar transformações. É uma usina mega potente que precisa ser usada corretamente. Não falta força e ímpeto para resolver coisas importantes! Mas é preciso ter consciência dos perigos e acionarmos o nosso guerreiro interno. Não é na força bruta que qualquer coisa possa ser bem resolvida. Na verdade, nunca foi e agora menos ainda.

Não devemos nos distrair destes aspectos que requerem tanta atenção, mas ao mesmo tempo, não devemos deixar para lá outros tantos que podem trazer áreas de respiro.

Temos Vênus, a Senhora dos Amores que anda por Virgem e temos Mercúrio, mensageiro entre deuses e homens, capturando as profundezas da alma através da sua travessia por Escorpião, percebendo tudo. 

Invista na sua rotina, torne estes cuidados prazer! Por organizar sua casa, cuidar do seu corpo, do seu alimento, do cheiro que deseja.

Sabe aquela velha e viciada forma de se comunicar? Se foi. Se sobrou alguma coisa, é pela sua teimosia ou pelo ranço de achar que seja lá o que for, surgirá sem árduo empenho. Acorde, isso não vai acontecer. Se quiser se entender de fato com o que te importa ou com quem te importa, vai ser preciso puxar o banquinho e olhar nos olhos. Não tenha receio, é disso que todos precisamos e é sempre!

Encontros podem ser um susto bem-vindo, não importa se reais ou virtuais, essa força está aí e a energia, disponível. Encontre alternativas, pelo amor dos deuses, empenhados, mas cansados.

Estas situações relacionais estão sedentas por um desfecho fértil! Você tem se preparado para isso?

O autoconhecimento nos permite seguir em frente e interromper caminhos quando necessário. Não existe caminho de volta, assim como com a consciência! Foi lá, desceu até o fundo de sua caverna particular, identificou as feridas? Agora volte e elabore. Nas suas atitudes, no seu olhar para o mundo, nos vínculos que estabelece, no seu compromisso, no seu fazer.

Não podemos apenas ser meros expectadores deste universo estrelado, por onde planetas se movimentam, dançam entre si e criam símbolos que tentamos compreender. E a Lua, toda redonda, acolhedora, cheia das águas, memórias ancestrais, feminina, bruxa, benzedeira, nutritiva, quer dar teto, colo e abraço. E quer cuidado.

Podemos encontrar com o que sonhar, a partir dos nossos pés firmes no chão.

Não é de impossibilidades que se alimenta o intenso desejo de viver com propósito e consciência, mas sim da criação de uma realidade suficientemente estimulante, ao ponto de nos fazer sonhar e realizar.

A eminência da morte, por incrível que pareça, pode nos fazer despertar.

 

#MônicaBergamo #Astrologia

OLHA PRÔ CÉU, QUARTA 07.



Dia em que bonecos de mola saltam da caixa!


Poderá se surpreender com alguma notícia, idéia, comunicado que chegue até você. Tipo clarão de compreensão que ilumina tudo e situações até então incompreensíveis ganham encaixe.

Pensamentos podem virar do avesso, o que não fazia sentido passa a fazer e vice versa e a capacidade de comunicação vira contorcionista tentando um jeito de se fazer entender.

As "certezas"? Caem por terra.

Este aspecto energético no céu, dá nos nossos nervos à flor da pele.

Considere que cada um tem seu tempo e processo de absorção de novas idéias. Desenvolva a paciência que geralmente não tem.

Tudo pode parecer meio vago embora exija atitudes.

Deixe-se levar pelo AR, deixe fluir.

Aonde será que ele te levará? Para fora/dentro, dentro/fora de você?

AR é comunicação, espalhe suas idéias, faça-se entender, aprimore a sua escuta.

Não deduza, escute.

Não se precipite, encontre a calma em você, vá pensando o Universo.

Nada de dar murro em ponta de faca, no que a realidade apresenta ou no destino.

Siga o fluxo.


MercúrioEscorpiãoTensãoUranoTouro 

LuaGêmeosHarmoniaSolLibra 

MônicaBergamo 
Astrologia


REFLEXÕES SOBRE ESTE MOMENTO DE 2020

 


Pois, aquilo que até então considerávamos como equilibrio, passa a ser considerado, se de fato nos serve agora.

Esse tem sido o questionamento que a cada dia vai ficando mais evidente.
Não significa invalidar o que até agora fez sentido, nada disso. Mas as mudanças são grandes e é natural que com toda reestruturação pela qual estamos sendo chamados neste 2020, sejam necessários significativos ajustes.
O medo de achar que seu mundo vai descer ladeira abaixo é compreensível pq os receios existem, é natural e têm o seu papel.
Nessas horas queremos catar os cacos, abraçarmos as próprias pernas e tentarmos nos acalmar.
Porém a proposta disso tudo é que possamos ter segurança em nossa estrutura interna, nutrirmos nossa viga mestra de tal forma que possamos contemplar as transformações tão urgentes e colaborarmos para que ocupem o seu lugar. Pessoal e coletivamente.
Quem estiver receptivo, atento e flexível, terá olhos para enxergar mais adiante, realizar seu percurso, estabelecer boa comunicação entre suas idéias, sentimentos e intuição, clareando-os cada vez mais, alinhavando-os e criando confiança no processo.
Sentir-se frágil, triste e com raiva é do humano e está tudo bem! Nada disso te incapacita, apenas não congele aí.
Entenda a importância de estar inteiro, consciente e perceba que esta é a força que necessita para tão imensa jornada.
que necessita para tão imensa jornada.

OLHA PRÔ CÉU SEXTA, 02. VÊNUS EM VIRGEM até 28 OUT.

 



VÊNUS EM VIRGEM
ATÉ 28 OUT.
Se pudesse, Vênus em Virgem dividiria a vida em um grande escaninho ou num daqueles armários com milhares de gavetinhas.
Em cada uma delas, um tipo de afeto, um tipo de gostar, um amor, um querer.
O comedimento é um traço muito presente nessa Vênus. Mas acredite, ela sente muito mais do que ousa demonstrar. E dependendo da dinâmica do mapa como um todo, isso pode tornar-se, mais ou menos evidente.
Agora, que a deusa entra em Virgem, certa modéstia embala as relações, as exigências ficam mais acentuadas e a necessidade de organização torna-se mais importante do que até então.
Envolve os relacionamentos, o funcionamento do dia a dia, o orçamento da casa, da empresa, e se pudesse, das emoções.
Prestativa, louca por trabalho e muito ética, o que mais deseja é alguém que dê conta das coisas, alguém que tenha os pés no chão e possa dar-lhe a segurança que aparenta ter, mas que não é tão inabalável assim.
Ela precisa de ordem, de simetria, de garantia de que as coisas têm estabilidade. E aí, pode relaxar por uns cinco minutinhos e apreciar o fluxo natural do viver.
Não é hora de implicâncias, cutucadas, manias exacerbadas e sim de buscar harmonia.
Exercitar a delicadeza, encontrar a melhor forma possível.
Os deuses, habitam os detalhes e o amor também.
Os deuses, habitam os detalhes e o amor também.

OLHA PRÔ CÉU QUINTA, 01 OUT. LUA CHEIA EM ÁRIES

 




LUA CHEIA EM ÁRIES, ÀS 18h05m HB aos 09 graus e 08 minutos de Áries.

 

Quando a Lua está Cheia é porque ela fica oposta ao Sol, olho no olho, sem piscar.

A Lua Cheia por si só amplifica sentimentos ao máximo e através desse possível desconforto tudo fica mais claro, e assim, podemos tomar este ou aquele caminho.

Transborda de tudo: o bom, o difícil, o frustrante, o maravilhamento e tudo isso com as emoções em brasa, estilo lágrimas escaldantes.

Não temos, sob a Lua Cheia, como deixar de olhar para os nossos extremos!

Sol em Libra e Lua em Áries, um encarando o outro. E o potente Marte, regente desta Lua e que anda por Áries, acentuando tudo.

Esta Lua é um grande convite para olharmos para a nossa irritação, impaciência, para os nossos “Deus nos acuda!”

Uma energia nos puxando para um lado e a outra para o outro. Não conheço ninguém que tenha uma real vocação para ser cabo de guerra, assim sendo, é desconforto dos grandes esta tensão Sol em Libra/Lua em Áries.  Toda Lua Cheia trata de uma polaridade, mas a de Áries/Libra mexe com o delicado tema eu/outro.

Aprender a encontrar o equilíbrio é a demanda libriana desta Lua Cheia.

A Lua em Áries por si só estimula a nossa capacidade de começar coisas novas ou sair da estagnação, por outro traz inquietação e certa ansiedade.

É aquela do “com licença que eu já passei” e isso pode ser bem desconfortável para muitos, clima fervido mesmo e agora em sua fase Cheia onde tudo naturalmente se expande, só pelos deuses mesmo. Ou pela capacidade de perceber em si todos estes movimentos, tentar traduzi-los e buscar o equilíbrio através dessa possibilidade que o autoconhecimento produz. Nosso grande e segurança máxima investimento, o autoconhecimento.

Evite confrontos, o potencial de serem bem desagradáveis e bem tensos com pessoas próximas é grande. E serão apenas um grande desgaste, porque não será através destas situações que se conseguirá atingir qualquer objetivo. Daí, para que? Ninguém, imagino eu, está precisando de mais estresse, certo?

Evite colocar sua energia em panelas de pressão, e ainda aqui a válida, velha e sempre oportuna história - evite morder a isca de situações que estão com tudo certo para dar errado. 

Como proteger/manter a nossa individualidade dentro do relacionamento, é o grande desafio desta Lua.

Não se trata de escolhermos isso ou aquilo e tampouco de colocarmos os horrorosos panos quentes em determinadas situações e sim de integrar/conciliar. Com consciência e correndo léguas da falsamente confortável acomodação.

#LuaCheiaÁries #Relacionamentos #Polaridade #Integração #MônicaBergamo #Astrologia